UTRICULARIA
Seção PSYLLOSPERMA



O gênero Utricularia
Aranella
Australes
Avesicaria
Avesicarioides
Benjaminia
Calpidisca
Candollea
Chelidon
Choristothecae
Enskide
Foliosa
Iperua
Kamienskia
Lecticula
Lloydia
Martinia
Meionula
Mirabiles
Nelipus
Nigrescentes
Oligocista
Oliveria
Orchidioides
Pleiochasia
Phyllaria
Polypompholyx
Psyllosperma
Setiscapella
Sprucea
Steyermarkia
Stomoisia
Stylotheca
Tridentaria
Utricularia
Vesiculina



ESPÉCIES

>  U. calycifida   brasileira

Há três formas diferentes: uma de flores brancas, outra de flores cor lilás e outra de flores cor roxo-rosado.

U. calycifida
Cultivada, Linilson
(Mai/1996)
FRL

U. calycifida
Cultivada, Linilson
(Mai/1996)
FRL

U. calycifida
Gran Sabana, Venezuela
Várias rosetas
(Jan/1999)
FRL

U. calycifida
Gran Sabana, Venezuela
Close de uma roseta
(Jan/1999)
FRL

>  U. hintonii

>  U. hispida   brasileira

Bastante dispersa pelo Brasil, não apresenta muitas variações, apenas pequenas diferenças na coloração das flores (basicamente cor creme com uma mancha escura na base do labelo inferior). Cresce entre espessa relva, em solo pantanoso. Suas folhas são bastante finas.

U. hispida
Serra da Canastra
(Dez/1991)
FRL

U. hispida

Gran Sabana, Venezuela
Um espécime muito incomum, com folhas de formato de colher (5 a 10cm), e flores de cores e manchas anormais. Como a localidade desta continha também a espécie em sua forma normal, talvez esta foto represente uma espécie diferente, provavelmente nova !
(Jan/1999)

FRL

U. hispida e U. praelonga X U. hispida
Serra do Caraça
(a da esquerda e da direita)
Comparada com a U. praelonga X U. hispida (ao centro)
(Fev/1996)
FRL

U. hispida e U. praelonga X U. hispida
Diamantina, MG
(a da esquerda)
Comparada com a U. praelonga X U. hispida (à direita)
(Fev/1992)
FRL

>  U. huntii   brasileira (endêmica !)

Espécie muito rara segundo a literatura especializada no gênero, na verdade está presente em várias localidades no sudoeste de Goiás.

U. huntii
Serra Dourada, GO
Close de uma flor
(Abr/1999)
FRL

U. huntii

Serra Dourada, GO
Close da roseta com uma haste floral. Note a camada de mucilagem que a recobre, provavelmente uma proteção contra predadores.
(Abr/1999)

FRL

U. adpressa, U. triloba, U. pusilla, U. simulans e U. huntii

Serra Dourada, GO
Comparada com outras espécies.
Da esquerda para a direita: U. adpressa, U. triloba, U. pusilla, U. simulans e a própria U. huntii.
(Abr/1999)

FRL

>  U. longifolia   brasileira (endêmica !)

Uma das maiores espécies de Utricularia. Suas hastes florais são da cor verde escuro com tons de vermelho, as flores cor rosa escuro, as folhas bastante compridas (mais de 40cm). Existe uma forma albina: as hastes florais são verde claro e as flores quase brancas.

U. longifolia
Corcovado - Rio de Janeiro, RJ
(Dez/1995)
FRL

U. longifolia
Pico das Almas, BA
Uma forma com folhas menos alongadas.
(Jan/1993)
FRL

U. longifolia
Serra da Araponga, MG
Habitat
(Fev/1996)
FRL

U. longifolia
Serra da Araponga, MG
(Fev/1996)
FRL

U. longifolia

Catolés - Chapada Diamantina. Suas folhas atingem até 80 cm de comprimento !
(Jul/1995)

FRL

U. longifolia
Serra da Araponga, MG
(Fev/1996)
FRL

U. longifolia
Pico das Almas, BA
(Jan/1993)
FRL

U. longifolia
Serra da Araponga, MG
Comparação das flores da forma albina com a forma normal.
(Fev/1996)
FRL

U. longifolia
Cultivada, Marcelo
Close de uma flor
(Jan/1998)
MAKF

>  U. panamensis

>  U. petersoniae

>  U. praelonga   brasileira

Cresce escondida entre relva alta (de até mais de 1m de altura), em matéria orgânica em decomposição (encharcada e polpuda), ou em solo arenoso úmido. As folhas são compridas e muito finas; as flores, grandes, de cor amarelo dourado uniforme.

U. praelonga
Serra do Caraça
(Mar/1992)
FRL

U. praelonga
Serra do Caraça
(Mar/1992)
FRL

>  U. schultesii



HÍBRIDOS

>  U. praelonga X U. hispida   brasileiro (endêmico !)

Híbrido encontrado em algumas regiões de Minas Gerais. Suas flores são de cor amarelo claro com uma mancha mais escura na base do labelo inferior (como a U. sandwithii).

U. praelonga X U. hispida
Serra da Canastra
LRP

U. praelonga X U. hispida
Serra do Caraça
(Fev/1996)
FRL

U. hispida e U. praelonga X U. hispida
Serra do Caraça
(a do centro)
Comparada com a U. hispida (à esquerda e à direita)
(Fev/1996)
FRL

U. hispida e U. praelonga X U. hispida
Diamantina, MG
(a da direita)
Comparada com a U. hispida (à esquerda)
(Fev/1992)
FRL